sexta-feira, 9 de julho de 2010

Espalhe este segredo

"Se você não sabe das opções que tem é como se não tivesse nenhuma. Espero que ‘Parto Orgásmico’ seja mais que um filme, seja um movimento. As mulheres devem poder escolher a forma como querem ter seus filhos. Dar à luz é um direito humano."
Debra Pascali-Bonaro, diretora do documentário

Assistimos ontem aqui em casa ao documentário Orgasmic Birth: The best kept secret (Parto orgásmico: o segredo mais bem guardado). Este é o primeiro filme de Debra Pascali-Bonaro, que trabalha dando apoio psicológico à mulheres durante o parto. O documentário acompanha 11 casais com histórias maravilhosas e edificantes de partos naturais, saudáveis, prazerosos, a maioria domiciliares.
É interessante pensar que o imaginário predominante em relação ao parto natural é de que seja um processo cheio de dor, estresse, agonia... Porém, não foi sempre assim. A sociedade patriarcal, a opressão do feminino, a mídia (em filmes e novelas o parto geralmente é vendido como uma experiência, no mínimo, assustadora) e a "medicinalização" do parto tiveram grande responsabilidade em difundir essa ideia. E nós, mulheres, infelizmente, a compramos.
Contudo, cada vez mais estão surgindo movimentos de retorno ao natural e ao feminino, de conexão com nossa essência, de autoempoderamento através de nosso corpo saudável. Ter prazer com o parto? Por que não? Escolher quem a gente quer ao nosso lado nesse momento tão especial? Deveria ser um direito garantido!
Pois, sim, garotas, tomar as rédeas de nossas vidas e as decisões sobre nossos corpos deveria ser o normal, o natural, não é mesmo? Não podemos fazer tudo "que o médico mandou". Cada ser humano reage de modo diferente, cada corpo é único, então, imagine as inúmeras idiossincrasias de uma mulher parindo! O início de uma vida não deveria ser um procedimento médico padrão. 





Parto orgásmico é um mergulho profundo no ser feminino. É a descoberta do prazer de parir; o segredo mais bem guardado, no dizer da parteira americana Ina May Gaskin. O parto orgásmico é uma possibilidade para qualquer mulher desde que possa se despir das capas de medo criadas pela cultura patriarcal que tenta dominar a força criativa da mulher, culpabilizando-lhe o prazer e domesticando o feminino.
(Ricardo Herbert Jones, Obstetra e homeopata, ativista do Parto Humanizado,aqui de Porto Alegre)

Para ler o artigo completo do Dr. Jones sobre o Parto orgásmico, clique aqui.

Informe-se! Sem informação ficamos desprotegidas!
Site oficial do filme (em inglês)

Um comentário:

  1. Acho que o resultado do parto depende muito também da preparação da mulher para tal. Se ela teve uma gestação tranquila, o parto também será.

    Quando li isso me lembrei que já ouvi comentários sobre partos de algumas índias, que ganham seus filhos completamente sozinhas, à beira dos rios. Não sei se é verdade, mas se for, faz totalmente sentido, pois seria um momento totalmente feminino, natural, e qualquer interferência poderia atrapalhar nesse ritual.

    Não conhecia essa ideia de parto orgásmico e achei muito bacana, valeu!

    Beijão, Isabela

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o Caraminholas! Fico muito contente em saber sua opinião.